Pular para o conteúdo principal

Como Proteger Seu Pet do Frio

     Com o inverno chegando, o frio já começa a tomar conta, e assim como nós humanos, nossos pets também sentem frio.      Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o pelo do cachorro não é suficiente para aquecê-lo durante o inverno. Claro que eles têm uma resistência maior, e uma necessidade um pouco menor que a nossa de se esquentar quando o clima começa a esfriar. Mas embora existam raças de cachorro que realmente tenham o organismo preparado para enfrentar invernos rigorosos, como Husky Siberiano e São Bernardo por exemplo, a maior parte das raças não tem essa disposição, principalmente as raças brasileiras, que estão acostumadas com temperaturas mais amenas.      Sendo assim, devemos estar preparados para cuidar dos nossos bichinhos quando o inverno chega, para que eles não sintam frio ou peguem alguma doença, lembrando sempre que cachorros filhotes e idosos precisam do dobro de cuidado.      A Bendog separou para você algumas dicas de como fazer isso. Vamos lá?     1- Fique at

9 Terapias Alternativas Para Pets

As doenças apresentadas pelos nossos peludos são reflexos de desequilíbrios ambientais, físicos, emocionais, mentais ou espirituais. Na busca por soluções naturais e menos invasivas para cuidar deles, muitos tutores têm apostado em terapias alternativas que podem ajudar a tratar e amenizar as dores de muitos cães e gatos sem causar nenhum tipo de efeito colateral.
Isso permite que estes tipos de métodos podem ser utilizados como tratamentos complementares para curar animais de estimação de qualquer idade e espécie, ajudando a fortalecer o sistema imunológico, relaxar e promover mudanças positivas. 
É importante entender que, antes de adotar qualquer tipo de terapia alternativa, é essencial procurar um veterinário e um especialista em comportamento animal, para que tracem um diagnóstico conjunto e nos indiquem os tipos de terapias que serão mais benéficas para nosso dog ou gato. Geralmente estes tipos de terapias são feitas em consultórios que oferecem tratamentos holísticos, onde além de considerar as observações de nós proprietários do animal, aspectos como rotina, hábitos alimentares, comportamento e interação com outros animais e pessoas, são levados em conta na hora do diagnóstico.
Mas antes de decidir, é bom estar informados por isso, na Bendog preparamos 9 terapias alternativas para pets. 

Musicoterapia 



Este método usa a música e diversos elementos sonoros como melodias, ritmos e harmonias para promover mudanças positivas nos pets agitados, estressados ou agressivos. 
Através de sessões da técnica de musicoterapia, é possível diminuir o nível de estresse do animal, fazendo com que ele relaxe e responda melhor a um tratamento no processo de cura de uma doença, por exemplo.
Não há contra-indicações e normalmente são utilizadas músicas com violino, violão e piano. Beethoven, por exemplo, costuma ser indicado para acalmar cães agitados.
As sessões de musicoterapia devem ser indicadas e realizadas por um profissional. Em um tratamento a longo prazo, podem ser ensinados alguns exercícios para o tutor fazer em casa com o cão ou gato, para complementar as sessões. 

Aromaterapia 



Sem dúvida, a técnica que mais amamos na Bendog, já que ajuda os nossos peludos em questões ligadas ao comportamento. O tratamento é reconhecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) desde 1956 como uma terapia complementar e seu potencial é reconhecido em mais de 50 países! 

Este tratamento é baseado na essência das flores e é muito usado para que os cães e gatos equilibrarem suas emoções e atingirem maior bem estar. A terapia pode ser aplicada para acalmar cães hiperativos, auxiliar no tratamento da depressão, ou fazer com que os latidos em excesso diminuam.
A aromaterapia não tem contraindicações já que é um tratamento suave que não causa nenhum mal ao animal.
Recomendamos dar uma olhada nos produtos de aromaterapia com óleo essencial (Adapt, Calma e Foco ) na loja Bendog ideais para melhorar o bem estar físico e psicológico de seu peludo. 


Acupuntura 

Esse método terapêutico chinês que se baseia na estimulação de determinados pontos do corpo com agulha, ajuda a restaurar e manter a saúde de seu peludo, visando restabelecer o equilíbrio do organismo dele. Este tipo de terapia pode ser aplicada em pets para a melhora do fluxo sanguíneo, estimulação do sistema imunológico, aumento da taxa de secreção de neurotransmissores e de neuro-hormônios, alívio da dor, recuperação motora, normalização das funções orgânicas, modulação da imunidade e das funções endócrinas, ativação de processos regenerativos e relaxamento.

Além disso, a terapia também auxilia os problemas de fertilidade, gravidez psicológica, dermatites e doenças metabólicas como diabetes e hipotireoidismo. Nos casos de animais submetidos a quimioterapia, em reabilitação pós-operatória e até mesmo para tratar distúrbios psicológicos, como depressão, ansiedade e hiperatividade, a acupuntura veterinária também é uma excelente alternativa. 

Shiatsu 

Shiatsu é uma técnica de massagem milenar com raízes na Medicina Tradicional Chinesa. Tem por base o princípio de que existem uma série de canais energéticos (meridianos), através dos quais circula a energia vital (ki) que garante o bom funcionamento de todo o organismo.
Essa técnica reconhecida pelo Ministério de Saúde de Japão, se caracteriza por pressionar pontos energéticos vitais, estimulando os órgãos internos associados à eles.

O método traz benefícios para os cães em casos de estresse, ansiedade e agressividade e também é útil em casos de lesões musculares, problemas respiratórios e outros desequilíbrios na saúde do cão.

Tapping

Baseado na tradição milenar da acupuntura, EFT - Emotional Freedom Techniques ou Método Tapping , é um procedimento de leves batidas (tapping) com os dedos em alguns pontos dos meridianos, a fim de desbloquear e estimular o sistema energético corpo/mente, o que resulta numa abordagem holística que entende o seu peludo como um todo.

Esta terapia é semelhante à acupuntura, apenas porque seu uso não requer agulhas. Porém, são controlados vários pontos que vão ajudar a aliviar os sintomas dos problemas físicos, e também controlar as emoções, principalmente as que são desencadeadas pelo trauma. Esta terapia de medicina alternativa em animais de estimação ao igual que as outras, deve ser realizada por um profissional.

Reiki

A centenária técnica japonesa tem sido cada vez mais procurada como terapia complementar para animais doentes ou com problemas comportamentais. Os benefícios comprovados são: diminuição da dor, do estresse e da ansiedade; maior rapidez nos processos cicatriciais; melhora do equilíbrio, do bem-estar e do sistema imune, o que, consequentemente, trás maior longevidade. 
O reiki também é indicado para casos pós-operatórios; animais que passam por tratamento de doenças como câncer; pets com imunidade baixa (principalmente gatos diagnosticados com FIV e FELV); peludinhos que sofrem com dores crônicas; e até para aqueles que passarão por eutanásia já que o organismo entra em equilíbrio e muitas vezes o animal morre naturalmente.

Homeopatía

A homeopatia pet pode ser usada para tratar complicações sem deixar resíduos químicos. Devido a que não apresenta efeitos colaterais ou interações medicamentosas, tem ajudando a manter a proteção dos peludos, evitando a reincidência de doenças, e inclusive retardando o seu desenvolvimento por meio do uso contínuo.
Disponível em forma de glóbulos (que podem ser misturados com o alimento dos pets ou fornecidos via oral) e em versões para cães, gatos, aves e até peixes ornamentais; os produtos homeopáticos são usados tanto como complemento para remédios alopáticos quanto como forma única de tratamento para uma série de problemas.
Existem fórmulas específicas para medicar disfunções renais, dermatológicas, comportamentais e a infestação e contaminação por diferentes parasitas e bactérias. Não entanto, antes de qualquer tratamento, o seu peludo tem que ser examinado minuciosamente para ver quais tipos de glóbulos são os mais adequados para ele. 
Os compostos focados em disfunções comportamentais acabam sendo os mais procurados porque ajudam em diferentes aspectos, e podem ser usados para acalmar o pet em situações que envolvem viagens, mudanças de ambiente, períodos em que ele irá passar algum tempo sozinho e até bichinhos muito agitados ou que latem demais.


Argiloterapia


Os banhos de argila são conhecidos por diversos povos ao redor do mundo, por suas propriedades desintoxicantes, antioxidantes, secativas, adstringentes, reconstrutoras e antissépticas. A aplicação em pets tem sido amplamente estudada, tanto que nos Estados Unidos há várias linhas de produtos como o nome de ‘Soothing Barro’.
As argilas são formadas pela degradação de rochas, formando grãos que podem ser até mil vezes menores que grãos de areia. A ação principal da argila é o efeito de adsorção, ou seja, suas partículas se fixam às toxinas e literalmente “puxam” para fora do organismo através da pele.
A qualidade da argila é de extrema importância. Os bons produtores coletam a argila das jazidas de forma sustentável, e a submetem a um processo de eliminação de impurezas.
Este tratamento alternativo, é Ideal para cães com coceiras intensas, pele ressecada, queda de pelos e alopecia. Mas é importante saber que existem vários tipos de argilas, cada qual com sua composição e indicações terapêuticas. Todas elas promovem limpeza profunda da pele, tendo o efeito detox, sem causar efeitos colaterais nocivos. Além de tudo são também leves esfoliantes e regeneradores celulares.
Como não há contra-indicações gerais em estas 8 terapias alternativas, vale a pena experimentar este tipo de abordagens mais naturais e menos agressivas com seu peludo. É importante, no entanto, que o profissional a aplicar o tratamento conheça as características e propriedades de cada terapia a fim de fazer a indicação correta.



Fontes
https://www.revistaversar.com.br/cinco-terapias-para-pets/
https://canaldopet.ig.com.br/cuidados/saude/2020-01-26/reiki-em-pets-cachorro-gato-calopsita-animal-tratamento-saude.html
https://www.institutomacrobiotico.com/pt-pt/consultas-e-terapias/terapia-eft-ou-tapping
https://www.petz.com.br/blog/bem-estar/os-beneficios-da-homeopatia-para-pets/
https://www.personare.com.br/terapias-holisticas-para-animais-de-estimacao-m4289
https://itpetblog.com.br/argiloterapia-para-pets/


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Como Proteger Seu Pet do Frio

     Com o inverno chegando, o frio já começa a tomar conta, e assim como nós humanos, nossos pets também sentem frio.      Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o pelo do cachorro não é suficiente para aquecê-lo durante o inverno. Claro que eles têm uma resistência maior, e uma necessidade um pouco menor que a nossa de se esquentar quando o clima começa a esfriar. Mas embora existam raças de cachorro que realmente tenham o organismo preparado para enfrentar invernos rigorosos, como Husky Siberiano e São Bernardo por exemplo, a maior parte das raças não tem essa disposição, principalmente as raças brasileiras, que estão acostumadas com temperaturas mais amenas.      Sendo assim, devemos estar preparados para cuidar dos nossos bichinhos quando o inverno chega, para que eles não sintam frio ou peguem alguma doença, lembrando sempre que cachorros filhotes e idosos precisam do dobro de cuidado.      A Bendog separou para você algumas dicas de como fazer isso. Vamos lá?     1- Fique at

10 Dicas Para Ter sucesso Na Alimentação Natural Para Seu Dog

A alimentação natural para cães, conhecida também como AN, é uma modalidade de alimentação que tem ganhado cada vez mais a confiança de veterinários nutricionistas já que contém os níveis de nutrientes que o animal precisa para se manter saudável. Este tipo de alimentação propõe uma dieta balanceada composta por ingredientes naturais que são minimamente processados e têm uma quantidade adequada de proteínas, gorduras de boa qualidade, carboidratos, fibras, vitaminas, minerais e água.  Mas, como implementar corretamente essa alimentação no seu pet? Na Bendog preparamos 10 dicas essenciais para ter sucesso neste tipo de dieta que ajudará a melhorar a qualidade de vida de seu dog. 1. Os benefícios são reais! A qualidade de vida e a longevidade são os principais benefícios da dieta AN para seu dog assim como: sabor e texturas muito mais atrativas, fezes firmes e com menos odor, menos gases, mais vitalidade, pelagem farto e saudável, melhora da imunidade  e hidratação adequada.       2. Cui

Enriquecimento Ambiental

  Você sabe o que é Enriquecimento Ambiental?     O Enriquecimento Ambiental se trata de adaptar o local de vivência do seu cachorro, criando um ambiente mais dinâmico, complexo e interativo, focando em melhorar seu bem-estar tanto físico como psicológico proporcionando desafios e atividades similares aos da natureza, o que otimiza sua qualidade de vida. Deixa o ambiente do pet mais lúdico, mais divertido, atrativo e desafiador, fazendo com que ele explore todos os seus sentidos e gaste mais energia.     Este conceito surgiu na década de 70, sendo muito aplicado em zoológicos. Após muitos estudos, foi confirmado o quanto a prática do mesmo fazia bem para os animais, seguindo de animais silvestres e partindo para pets de companhia. Isso tudo porque os cachorros na natureza, junto de seus ancestrais lobos, tinham uma série de atividades diárias para sobrevivência, como a caça, a busca por água, a disputa por território, entre muitas outras. Com o tempo, eles passaram a ser domesticados,