Pular para o conteúdo principal

Como Proteger Seu Pet do Frio

     Com o inverno chegando, o frio já começa a tomar conta, e assim como nós humanos, nossos pets também sentem frio.      Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o pelo do cachorro não é suficiente para aquecê-lo durante o inverno. Claro que eles têm uma resistência maior, e uma necessidade um pouco menor que a nossa de se esquentar quando o clima começa a esfriar. Mas embora existam raças de cachorro que realmente tenham o organismo preparado para enfrentar invernos rigorosos, como Husky Siberiano e São Bernardo por exemplo, a maior parte das raças não tem essa disposição, principalmente as raças brasileiras, que estão acostumadas com temperaturas mais amenas.      Sendo assim, devemos estar preparados para cuidar dos nossos bichinhos quando o inverno chega, para que eles não sintam frio ou peguem alguma doença, lembrando sempre que cachorros filhotes e idosos precisam do dobro de cuidado.      A Bendog separou para você algumas dicas de como fazer isso. Vamos lá?     1- Fique at

Enriquecimento Ambiental




 Você sabe o que é Enriquecimento Ambiental?

    O Enriquecimento Ambiental se trata de adaptar o local de vivência do seu cachorro, criando um ambiente mais dinâmico, complexo e interativo, focando em melhorar seu bem-estar tanto físico como psicológico proporcionando desafios e atividades similares aos da natureza, o que otimiza sua qualidade de vida. Deixa o ambiente do pet mais lúdico, mais divertido, atrativo e desafiador, fazendo com que ele explore todos os seus sentidos e gaste mais energia.

    Este conceito surgiu na década de 70, sendo muito aplicado em zoológicos. Após muitos estudos, foi confirmado o quanto a prática do mesmo fazia bem para os animais, seguindo de animais silvestres e partindo para pets de companhia. Isso tudo porque os cachorros na natureza, junto de seus ancestrais lobos, tinham uma série de atividades diárias para sobrevivência, como a caça, a busca por água, a disputa por território, entre muitas outras. Com o tempo, eles passaram a ser domesticados, tornando assim tudo mais tranquilo, com seus tutores lhe dando tudo isso de forma mais fácil e carinhosa. Mas o que muitas pessoas não sabem, é que, mesmo com o passar do tempo, os instintos dos cachorros permaneceram, fazendo com que eles sintam falta dessa atividade, mesmo tendo tudo à sua frente. Por isso, é necessário que eles sejam estimulados constantemente, pois além de poder botar em prática esses instintos, isso ainda ocupa sua cabecinha, evitando que fique entediado, o que previne que ele tenha ansiedade, depressão e outros tipos de problema.

    Antes de mais nada, você deve começar conhecendo melhor seu cachorro e sua forma de brincar. Entenda o que ele gosta e o que não gosta, entenda o nível de dificuldade que você pode aplicar nas brincadeiras. É bom levar em consideração que os desafios devem começar fácil e ir subindo o nível, pois se ficar muito fácil o cachorro perde o interesse, e se fica muito difícil ele se frustra. Muitas pessoas se perguntam se o cachorro não fica chateado com atividades mais complicadas, mas a resposta é que ele só se estressa se ele se frustrar por não ser recompensado, caso contrário, estimula sua mente, o que ele gosta muito. Mas lembre-se sempre de entender e respeitar os limites do seu cachorro. Vale a pena entender que nós temos entretenimento no nosso dia a dia, mas o cachorro não. Então, ao exercer o Enriquecimento Ambiental, você oferece maior diversão à ele, junto com um desenvolvimento dos sentidos e um estilo de vida mais saudável, além também de aumentar os laços entre os dois.

    1. Brinquedos Inteligentes

            Brinquedos Inteligentes são uma ótima alternativa para aderir no seu Enriquecimento Ambiental. Eles consistem em brinquedos que fazem seu pet sair do tédio, pois além de o divertir, exercita sua paciência, sua memória e seu raciocínio lógico. Você deve colocar petiscos dentro do mesmo, fazendo com que seu pet utilize seus instintos para conseguir tirá-los de lá, o que trabalha sua inteligência, além de ser uma opção muito simples e prática que seu amigo com certeza vai adorar.

            Na Bendog você pode encontrar uma grande variedade de brinquedos interativos, vem dar uma olhadinha no nosso site!



    2. Objetos e Alimentos Congelados

            Uma ótima ideia é você congelar frutas e cubos de gelo, ou até mesmo utilizar brinquedos como o Kong e Ossos Recheáveis para preenchê-los com comida úmida e levar ao freezer. Além de frutas congeladas serem ótimos nutrientes para a alimentação dos pets, assim como os cubos de gelo elas também são boas soluções para distrair seu cachorro. São ótimas opções para ativar o sentido de caça dele, pois diversas vezes as frutas e os gelos escorregaram para longe, fazendo com que ele tenha que correr atrás para pegar. Já o Kong e os Ossos Recheáveis, ele terá que trabalhar o faro e a inteligência. Ele também terá que lamber, roer e "cavar" com a própria pata para tirar a comida, trabalhando seus dentes, sua cabeça e seus sentidos. Essa dica é um ótimo recuso para dias quentes em que você deseja refrescar seu pet, sendo também ótimo para filhotes que estão com o dente em crescimento.




    3. Passear

            Levar seu amigo para dar uma volta fora de casa é uma situação muito atrativa para ele, e uma ótima oportunidade para você entretê-lo. Ao dar um passeio na rua, seu cachorro desperta vários de seus sentidos, além de aguçar sua descoberta. Ele  escuta diferentes sons, vê outros tipos de coisas, farejas outras aromas, interage com outros cães que passam por ele, fazendo com que tudo aquilo fuja muito do que ele está acostumado em casa, aguçando seus instintos e emoções, se divertindo bastante, e, é claro, gastando bastante energia, o que o faz chegar em casa mais relaxado.

            Em momentos de pandemia que não se pode sair com seu cachorro para grandes lugares, experimente pelo menos dar uma volta com ele em frente a sua casa, ou nos ambientes do seu prédio, para que ao menos ele possa se movimentar e explorar um pouco. Mas caso isso não seja uma opção, visite nosso artigo de Como Entreter Seu Pet em Casa no Momento da Pandemia, que lá separamos diversas dicas para você fazer uso nesse momento tão complicado.



    4. Vários tipos de textura pela casa

            Outra dica bem legal é você espalhar pela sua casa diversos brinquedos de texturas diferentes, sejam eles brinquedos tradicionais ou improvisados em casa mesmo, como garrafa pet e caixa de pizza. Com a garrafa você coloca ração dentro da mesma e faz diversos furinhos, e com a caixa de pizza, você pode colocar várias caixas dentro da outra, com ração dentro da menor, fazendo também diversos furinhos, assim seu cachorro terá que utilizar seu faro e seu instinto de caça para conseguir abrir o objeto e encontrar a ração dentro dele. O que importa, é seu cachorro poder sentir diferentes tipos de brinquedos para ter maneiras diferentes de brincar com cada um. É uma dica importante para aqueles donos de pet que mordem de tudo que veem pela frente, pois assim ele terá várias texturas diferentes para não enjoar da mesma e buscar outras dentro de casa.



    5. Outras formas de aplicar a alimentação

            Por que não aproveitar o momento da refeição do seu pet pra entreter ele? Experimente trocar o pote de ração por algumas brincadeiras. Você pode colocar montinhos de ração espalhados pela casa e ir fazendo seu pet usar seu olfato para encontrar, pode utilizar brinquedos interativos, e pode até mesmo colocá-la em uma toalha e enrolar, assim seu pet tem que usar inteligência e o faro para desenrolar e ir encontrando sua comida. Existem várias opções, deixe sua imaginação rolar solta e crie diversas maneiras de divertir seu amigo enquanto ele come.

            Uma dica bem legal para você introduzir a ração para o seu cachorro, é esquentá-la antes no microondas por 15 segundos, isso muda o cheiro e faz com que ela fique mais saborosa ao faro do cachorro.

            Na Bendog nós vendemos alimentação saudável personalizada para o gosto do seu cachorro para quem é de São Paulo. Basta só entrar em contato conosco pelo Instagram @_bendog.




    6. Saiba o momento de aplicar o Enriquecimento Ambiental

                Não existe limitações para a idade do cachorro ao começar o Enriquecimento Ambiental. O processo deve ser feito quando você puder começar, independente da idade do cachorro, seja ele filhote ou idoso. O ideal é começar quanto antes, assim que o cachorro chegar na sua casa e passar pela fase de adaptação, mas se ele já tiver uma idade mais avançada, não tem problema nenhum também, o importante é começar. Basta apenas você conhecer os limites do seu cachorro e se adaptar a eles.


   

 7. A hora certa para aplicar o processo

                O momento ideal para você colocá-lo em prática é quando você perceber que seu cachorro está mais entediado, as vezes entre um passeio e outro, ou quando você não está em casa. Isso vai de você enxergar o momento certo, mas o ideal é que seja quando ele estiver mais relaxado, pois como ele será recompensado após seu processo de Enriquecimento, ele deverá saber que é assim que deve se manter, relaxado. Se você oferecer o processo em um momento que ele estiver agitado, ele vai entender que sempre deverá ficar assim para ser recompensado.



    8. Quantidade necessária

                Não existe uma regra de quantas vezes ao dia você deve aplicar o Enriquecimento Ambiental no pet. O ideal é que você entenda a evolução do seu pet no processo e se adeque a quantas vezes achar necessário. O certo é ser aplicado pelo menos uma vez por dia, em um tempo em torno de 30 a 40 minutos. Mas uma ideia bem legal é você utilizar a refeição do seu bichinho para aplicar o processo, sendo assim, se seu cachorro se alimenta 3 vezes ao dia (café da manhã, almoço e jantar), você já tem 3 momentos do dia de Enriquecimento Ambiental.



Gostou das dicas? Conta pra gente!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

10 Dicas Para Ter sucesso Na Alimentação Natural Para Seu Dog

A alimentação natural para cães, conhecida também como AN, é uma modalidade de alimentação que tem ganhado cada vez mais a confiança de veterinários nutricionistas já que contém os níveis de nutrientes que o animal precisa para se manter saudável. Este tipo de alimentação propõe uma dieta balanceada composta por ingredientes naturais que são minimamente processados e têm uma quantidade adequada de proteínas, gorduras de boa qualidade, carboidratos, fibras, vitaminas, minerais e água.  Mas, como implementar corretamente essa alimentação no seu pet? Na Bendog preparamos 10 dicas essenciais para ter sucesso neste tipo de dieta que ajudará a melhorar a qualidade de vida de seu dog. 1. Os benefícios são reais! A qualidade de vida e a longevidade são os principais benefícios da dieta AN para seu dog assim como: sabor e texturas muito mais atrativas, fezes firmes e com menos odor, menos gases, mais vitalidade, pelagem farto e saudável, melhora da imunidade  e hidratação adequada.       2. Cui

Como Proteger Seu Pet do Frio

     Com o inverno chegando, o frio já começa a tomar conta, e assim como nós humanos, nossos pets também sentem frio.      Ao contrário do que muitas pessoas pensam, o pelo do cachorro não é suficiente para aquecê-lo durante o inverno. Claro que eles têm uma resistência maior, e uma necessidade um pouco menor que a nossa de se esquentar quando o clima começa a esfriar. Mas embora existam raças de cachorro que realmente tenham o organismo preparado para enfrentar invernos rigorosos, como Husky Siberiano e São Bernardo por exemplo, a maior parte das raças não tem essa disposição, principalmente as raças brasileiras, que estão acostumadas com temperaturas mais amenas.      Sendo assim, devemos estar preparados para cuidar dos nossos bichinhos quando o inverno chega, para que eles não sintam frio ou peguem alguma doença, lembrando sempre que cachorros filhotes e idosos precisam do dobro de cuidado.      A Bendog separou para você algumas dicas de como fazer isso. Vamos lá?     1- Fique at

As Melhores Práticas Para Establecer Rotinas Saudáveis Para Seu Cão!

Em tempos de coronavírus, as mudanças na rotina dos nossos peludos tem sido uma tarefa difícil. Alguns pets não tem conseguido se adaptar à quarentena, devido a que mudanças repentinas desequilibram seu estado emocional e seu organismo. Por isso, hoje mas que nunca, oferecer melhores práticas na vida do seu dog pode ser a chave para melhorar seu comportamento e obediência, além de promover seu bem-estar físico, emocional e intelectual. Antes de começar a falar sobre as Melhores Práticas para Estabelecer Rotinas Saudáveis para seu cão, é bom lembrar que uma rotina não é seguir um manual que diz como deve ser a vida de um cão, mais sim entender que definitivamente seu peludo precisa de uma estrutura de vida, que embora no início seja difícil de realizar, com o tempo vai deixar seu pet mais saudável, confiante e feliz.  ROTINA DA COMIDA  Adquirir o hábito de alimentar seu cachorro nos mesmos horários, fará que ele se sinta confiante e com menos ansiedade já que terá a c